terça-feira, 5 de abril de 2011

CIGANO IGOR - DESABAFO


Este cigano tem me aparecido na mente, visualmente, e em pensamentos e eu ainda não entendi o porquê de ser ele. O que eu atribuo a esta aproximação dele, se deve ao fato de ele ser um "cigano-pirata", e ultimamente eu tenho sentido uma aproximação muito grande desta energia das águas e esta aproximação dele deve estar se dando por conta disto. Na sexta feira estava eu em uma situação difícil e me vi novamente chamando por ele. Eu estava no carro com meu ex- namorado, ele estava bêbado, graças a Deus não o suficiente para ter causado um acidente, mas eu já tinha visto nas cartas que um acidente vai acontecer com ele nestas exatas condições, que nesta ocasião ele vai estar acompanhado de uma mulher que não seria eu e que esta mulher é que vai se acidentar feio. Mas mesmo assim quando vi a feição dele que parecia estar mais drogado do que bêbado, meio que apagado, não sei de onde surgiu chamar logo o Igor, o coitado do cigano deve ter sido incumbido de tomar conta de mim, né possível, rs. E eu tive uma visão do cigano nesta hora. Ele aparecia todo de azulão, com um sorriso, lenço nos cabelos escuros e fartos, cheios, compridos e cacheados. O medo passou nesta hora, nem era medo, era receio, porque eu não consigo me sentir realmente ameaçada em situação nenhuma, mas tudo que eu vejo ou intuo antes sempre me deixa de pé atrás, e se eu não tivesse visto que era eu no jogo e fosse? Olha eu vi este lance do acidente no jogo, já tinha um tempinho, é obvio que eu nunca mencionei nadinha pra ele, pro ex, porque ele não acredita em nada disto, até debochava do espiritual, mas vez ou outra se eu contava um sonho ou algo diferente ele me chamava de "mãe fulana", era engraçado. Só que depois que eu vi isto no jogo, quase que diariamente ele me contava de um "quase" acidente com ele. E eu ficava boba porque mesmo nos momentos em que ele dizia não ter bebido nada, quando saia do trabalho por exemplo, esta energia de acidente estava muito presente nele, como se atraísse constantemente a situação. Bem, finalmente passou e passou tudo, de vez, ele , o perigo de acidente, pelo menos prá mim passou, prá ele eu já não sei. Mas o protagonista da história aqui é o Igor e ter visto ele me deixou confortada e segura, com uma sensação muito grande de estar sendo protegida. E ontem eu fui de novo na casa de velas comprar umas velas coloridas, e como sempre tirei a sorte dos "ciganos", sempre me direciono as energias masculinas... isto predomina em mim, a afinidade com o masculino, sempre obtive respostas melhores, mais diretas e conclusivas destas energias. E quem me aparece na sorte?? Cigano Igor! De novo, rs.

A sorte dizia o seguinte:
"PARE DE FICAR DUVIDANDO DO ESPIRITUAL, POIS O POVO CIGANO ESTÁ SEMPRE DO TEU LADO TE AJUDANDO. TENHA MAIS FÉ! CIGANO IGOR"

Bem, isto é  algo muito forte em mim, já houve uma época em que eu tinha uma fé cega e as paranormalidades na minha vida nesta  eram muitas.Porém, depois que eu passei por uma obsessão, eu meio que briguei de fato com o espiritual, pois eu achava que eu não podia ter passado por aquilo. Eu tive MUITA ajuda do espiritual, tenho consciência disto, foi algo incrível, porquê com a mesma facilidade em que eu entrei neste processo e cai, eu levantei, mas foi algo que apesar de breve foi muito intenso e eu vivi períodos de uma certa alucinação que me fez desejar nunca mais "ver" ou "sentir" nada, e pra mim isto vinha do espiritual e pra não ver ou sentir eu tinha que me afastar deles e me afastar de tudo e assim eu fiz. Até minha alma virar calmaria e eu lembrar de cada coisa linda que os ciganos me trouxeram e uma espécie de saudade que me fizeram aproximar deles de novo, e o carinho com que eu fui recebida me emocionou mais uma vez, a prontidão com que o Wladimir me apareceu, nossa, isto não tem preço. 
Ao longo do tempo eu vou postar aqui alguns episódios da minha vida, ainda vou escrever um livro porquê enredo é o que não falta para isto.
Muitas confirmações eu obtive através dos jogos de cartas, mesmo antes de eu me envolver ou buscar algo espiritual. Mas nesta ocasião em que eu tive esta obsessão, logo depois disto eu fui em uma cartomante distante. Como sempre eu sou cética e quero ouvir, mas nunca o óbvio, porquê do óbvio eu já sei e quando procuro as pessoas eu filtro, se não me interessa o que foi dito e foi só futilidade eu ignoro, mas tenho visto tantas pessoas humildes dotadas de uma sensibilidade extraordinária e outras tantas cercadas de um luxo para mostrar uma "fartura" a modo de seduzir quem se consulta a possuir semelhante condição, e contudo são vazias por completo.

Bem eu conheço as cartas, mas eu não consigo jogar prá mim e ter uma visão plena, e nesta época eu nem tinha a menor condição de jogar. Fui nesta pessoa, e quando ela abriu o jogo antes dela falar eu já identifiquei. E ela disse que alguém na minha casa foi vítima de um feitiço que seria para matar ou deixar louca a pessoa e perguntou quem foi.  Eu só levantei o dedo. Ela descreveu a pessoa em detalhes, o que ela tinha feito, não deu o nome da pessoa, mas deu o nome dos orixás dela....tudo certinho!! E em momento nenhum eu fiz nada para retribuir o carinho daquele feitiço, kkkkkkk. Só entreguei para o espiritual. A pessoa em questão era uma "mãe de santo" e eu nunca fui nada porquê eu não era do ramo, só que eu sempre tive uma mediunidade muito grande, Na época minha filha estava envolvida com esta pessoa e ela ia prá casa dela e fazia coisas sem que eu soubesse. Só que eu sonhava. Eu ia na casa e no centro desta pessoa e via o que ela fazia, em sonho. Aí começei a ir encima da minha filha prá ela se afastar. Porquê eu vi o que ela fazia com a minha filha, que nem era nada demais, mas eu contei prá minha filha os detalhes do que eu vi e isto a convenceu, e pedi prá ela se afastar, e esta "mãe de santo" muito boazinha, não gostou disto nem de saber que eu sabia de várias situações dela sem mesmo nunca ter ido lá. Eu vi não só o que ele fazia na minha filha que eram rituais simples e sem maldade, mas via também tudo de podre que ela fazia lá, ela fazia de tudo pro mal e era dali que vinha o dinheiro dela. Só que quem era eu, uma ninguém, pra saber algo dela né? rs. E por isto ela se irou e me enfeitiçou deste jeito. E já vi pessoas fazerem pior por muito menos. Isto sim é ser muito pobre de espírito. Mas não importa, importa é que tudo isto me libertou, porquê nestes sonhos que eu tinha com o centro dela, eu fui regredindo nos sonhos e via uma vida dela e minha em comum e que éramos desafeto. Se ela achou que se vingou, e isto realmente me fez um mal tremendo, em compensação eu sai desta situação tão mais forte e cada vez mais cercada do espirtiual que foi um destas situações que vem para o bem, camufladas. Mas o fato é que eu confio desconfiando e sempre acho tudo que vem do outro lado misterioso demais, mesmo com a overdose de situações em que vivi e sei que eu sou uma eterna "São Tomé", mas este puxão de orelhas do Cigano Igor através desta sorte vem me mostrar exatamente isto, eu confio desconfiando e isto está impedindo de eu ter uma maior abertura com o espirtiual. Preciso trabalhar isto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário